Receitas tradicionais

O padeiro de renome internacional Eric Kayser revela os segredos para fazer pão perfeito

O padeiro de renome internacional Eric Kayser revela os segredos para fazer pão perfeito

O Chef Eric Kayser pode lhe contar a história por trás de um pão simplesmente ouvindo-o. Kayser, o padeiro de renome internacional com uma série de padarias em vários continentes, é obcecado por pão de qualidade. O Daily Meal falou recentemente com ele na Maison Kayser; ele estava em Nova York para a inauguração de sua primeira padaria no Brooklyn, sobre o que faz uma baguete de qualidade.

O primeiro item da sua lista de tarefas, disse ele, é reunir ingredientes de primeira qualidade. Sua equipe de cozimento nunca usa conservantes, açúcar ou manteiga ao assar o pão. A lista “proibida” de ingredientes não permitidos em seus fornos é mais longa do que a que ele realmente usa para fazer pão: sal, fermento, água, farinha não refinada, orgânica e um longo processo de fermentação.

“As pessoas precisam entender como encontrar uma boa baguete, e o número um 'dizer' é a cor”, disse Kayser. “Uma baguete marrom é bom. Isso significa que está caramelizado, e é quando todos os sabores saem. Quando você vê pão branco ou de cor clara, geralmente é feito em uma fábrica. ”

A próxima parte, diz ele, é o formato distinto da baguete. Todas as baguetes da Maison Kayser são formadas com duas extremidades pontiagudas e enegrecidas, "as melhores para compartilhar!" Kayser explica com uma risada.

“Precisamos sentir o cheiro do pão agora”, disse ele, enfiando o nariz na crosta crocante da baguete. “Você pode cheirar dezenas de sabores diferentes apenas com uma cheirada.” O chef Kayser também destaca a importância das bolhas de ar no interior da baguete: As bolhas de ar, diz ele, criam uma textura mais mastigável com “puxão” e destreza, em oposição à textura suave e uniformemente macia do mascaramento de pão branco como uma autêntica baguete.

Quanto aos erros de iniciante, disse ele, ele viu muitos, especialmente quando se trata de observar cozinheiros domésticos que não têm o equipamento de uma padaria comercial ou a experiência de um mestre padeiro.

“Um padeiro é como um químico. Você não pode simplesmente misturar os ingredientes e colocá-los no forno ”, disse ele. “Você precisa entender como está o tempo, o que a massa está fazendo. Preste atenção à temperatura do ar. Está úmido? Se você colocar muita água na massa, ela não vai misturar. Se você não colocar o suficiente, também não funcionará. ”

Ele dá uma mordida em uma baguete na frente dele e, como previsto, é perfeitamente crocante, com flocos de crosta caramelizada caindo por toda a mesa. Ele é um especialista. Mas, novamente, Kayser sabia que seria um padeiro profissional desde os três anos de idade, então a vida de fornos sufocantes e mãos cobertas de farinha sempre fez parte dele.


Guia do caseiro para coloração natural de pão

O inverno é a época perfeita para desacelerar nossas vidas, estabelecer alguns objetivos, diminuir toda a badalação, fazer um merecido descanso e voltar a estar aterrado para novas aventuras. Mas às vezes, o inverno fica muito acinzentado, monótono e azulado. É quando pode não haver Sol por semanas e quando todo o verde se transforma em pálida memória e a neve cobre o que pode ter sobrevivido ao frio intenso.

Então, eu sei, é hora de trazer um pouco de alegria e novidades ao cozimento do pão. Hoje vamos falar sobre como colorir sua massa com cores naturais.

Antes de mergulharmos nas cores, gostaria de apontar algumas dicas e orientações a serem consideradas para evitar surpresas:

1. Existem muitas maneiras de tornar o seu pão colorido. Os mais comuns que procuro são:
- líquido (vegetais frescos ou suco de frutas)
- pó (especiarias e ervas secas ou partes de vegetais e frutas secas)
- purê (purê de vegetais ou frutas)
Existem algumas outras maneiras, como xaropes de vegetais ou frutas concentrados ou, como @table_fable sugerido no instagram, adicionando óleos infundidos (pó ou ervas) à massa.

2. A cor também é um sabor.
Lembre-se de que com doses maiores (de pó ou líquido) você pode atingir o limite não comestível muito rápido - imagine colocar muito cacau, canela ou carvão em pó na massa. Eu tive esse problema ao usar muito suco de cabagge vermelho fresco. A cor era lindamente rosa, mas o sabor era muito forte - apenas para os verdadeiros amantes do cabagge vermelho (não diga que não avisei :)). Uma coisa a se considerar também é o aproveitamento do produto final - não use chás de frutas para colorir a massa, se sabe que vai comer o pão com salgados.

3. Obtenha a maior parte do corante alimentar examinando-o.
Se você fizer suco de seus vegetais, notará que alguns sucos de vegetais costumam ficar dourados muito rapidamente - o suco oxida. Não há diferença na hora de adicionar o suco à massa. A perda de intensidade de cor mais comum ocorre com espinafre, cenoura, salsa e suco de beterraba. A solução para isso é adicionar alguma substância ácida ao suco, como suco de limão, leitelho ou vinagre.

Além disso, se não tiver certeza de qual será a intensidade da cor do suco na massa, verifique se o líquido fica translúcido. Quanto mais transparente o líquido, menos intensa é a cor do produto final.

Nota: este post será atualizado regularmente com novos experimentos e descobertas sobre coloração de massa. Sinta-se à vontade para se divertir aqui em ou nas minhas contas do Instagram e do Facebook.

- açafrão em pó (para o pão da foto abaixo coloco 1 colher de chá por 250 g de farinha) ou suco de açafrão
- açafrão
- gemas de ovo (aplicável para massas doces)

Colorido com açafrão em pó.

- suco de cenoura ou pó
- suco de abóbora ou purê (veja a receita aqui)
- Paprica em pó

Cor à esquerda com purê de abóbora, cor à direita com suco de cenoura fresco.

- hibisco
- suco ou pó de beterraba

- framboesas
- suco de repolho roxo (experimente suco de repolho cozido ou adicione um pouco de bicarbonato de sódio para o azul)
- batata roxa

Colorido com suco fresco de cabagge vermelho.

- cenouras roxas
- amoras
- batata roxa
- nozes (as nozes contêm taninos que dão à massa uma tonalidade acinzentada-púrpura-lavanda)

Colorido com suco de cenoura roxo fresco.

- espinafre
- pó matcha
- clorofila vegetal
- algas como espirulina e pó de clorela

Colorido com suco de espinafre fresco.

Esta é a única cor que não experimentei. Um dos motivos pode ser que o azul não é realmente a cor que você conectaria à comida e à alimentação (bolos de unicórnio não contam!). Em psicologia alimentar, o azul é considerado um supressor do apetite e, portanto, é muito aconselhável usar o azul nas refeições quando quiser perder peso (usando pratos azuis, por exemplo). Na natureza, comida azul é muito rara, na verdade, não me lembro de nenhuma no momento (exceto por algumas flores e eu não considero mirtilos azuis :)).

Estou planejando experimentar o azul nas próximas semanas. Me deseje sorte!

- malte de centeio / cevada (veja a receita aqui)
- cacau em pó
- canela
- café

Você pode conferir um ótimo tutorial para efeito zebra (foto à direita abaixo) neste link. Experimente diferentes combinações de cores, é divertido.

Colorido com cacau em pó.

O preto é, assim como o azul, uma cor relativamente desagradável quando se trata de comida. Minha experiência em compartilhar pão preto é misturada a dúvida com curiosidade no início e empolgação depois de experimentá-lo.

- pó de carvão ativado (veja a foto abaixo, pegue a receita aqui)
- tinta de lula
- grandes quantidades de cacau em pó cru

Colorido com pó de carvão.

Você já experimentou coloração de pão?
Qual é a sua cor preferida?
Qual é a sua melhor experiência e melhor dica para obter cores intensas?

Eu adoraria ouvir de você, deixe-me saber em um comentário abaixo, estou ansioso! :)


Guia do caseiro para coloração natural de pão

O inverno é a época perfeita para desacelerar nossas vidas, estabelecer alguns objetivos, diminuir toda a badalação, fazer um merecido descanso e voltar a estar aterrado para novas aventuras. Mas às vezes, o inverno fica muito acinzentado, monótono e azulado. É quando pode não haver Sol por semanas e quando todo o verde se transforma em pálida memória e a neve cobre o que pode ter sobrevivido ao frio intenso.

Então, eu sei, é hora de trazer um pouco de alegria e novidades ao cozimento do pão. Hoje vamos falar sobre como colorir sua massa com cores naturais.

Antes de mergulharmos nas cores, gostaria de apontar algumas dicas e orientações a serem consideradas para evitar surpresas:

1. Existem muitas maneiras de tornar o seu pão colorido. Os mais comuns que procuro são:
- líquido (vegetais frescos ou suco de frutas)
- pó (especiarias e ervas secas ou partes de vegetais e frutas secas)
- purê (purê de vegetais ou frutas)
Existem algumas outras maneiras, como xaropes de vegetais ou frutas concentrados ou como @table_fable sugerido no instagram, adicionando óleos infundidos (pó ou ervas) à massa.

2. A cor também é um sabor.
Lembre-se de que com doses maiores (de pó ou líquido) você pode atingir o limite não comestível muito rápido - imagine colocar muito cacau, canela ou carvão em pó na massa. Eu tive esse problema ao usar muito suco de cabagge vermelho fresco. A cor era lindamente rosa, mas o sabor era muito forte - apenas para os verdadeiros amantes do cabagge vermelho (não diga que não avisei :)). Uma coisa a se considerar também é o aproveitamento do produto final - não use chás de frutas para colorir a massa, se sabe que vai comer o pão com salgados.

3. Obtenha a maior parte do corante alimentar examinando-o.
Se você fizer suco de seus vegetais, notará que alguns sucos de vegetais costumam ficar dourados muito rapidamente - o suco oxida. Não há diferença na hora de adicionar o suco à massa. A perda de intensidade de cor mais comum ocorre com espinafre, cenoura, salsa e suco de beterraba. A solução para isso é adicionar alguma substância ácida ao suco, como suco de limão, leitelho ou vinagre.

Além disso, se não tiver certeza de qual será a intensidade da cor do suco na massa, verifique se o líquido fica translúcido. Quanto mais transparente o líquido, menos intensa é a cor do produto final.

Nota: este post será atualizado regularmente com novos experimentos e descobertas sobre coloração de massa. Sinta-se à vontade para se divertir aqui em ou nas minhas contas do Instagram e do Facebook.

- açafrão em pó (para o pão da foto abaixo coloco 1 colher de chá por 250 g de farinha) ou suco de açafrão
- açafrão
- gemas de ovo (aplicável para massas doces)

Colorido com açafrão em pó.

- suco de cenoura ou pó
- suco de abóbora ou purê (veja a receita aqui)
- Paprica em pó

Cor à esquerda com purê de abóbora e cor à direita com suco de cenoura fresco.

- hibisco
- suco ou pó de beterraba

- framboesas
- suco de repolho roxo (experimente suco de repolho cozido ou adicione um pouco de bicarbonato de sódio para o azul)
- batata roxa

Colorido com suco fresco de cabagge vermelho.

- cenouras roxas
- amoras
- batata roxa
- nozes (as nozes contêm taninos que dão à massa um tom acinzentado-púrpura-lavanda)

Colorido com suco de cenoura roxo fresco.

- espinafre
- pó matcha
- clorofila vegetal
- algas como espirulina e pó de clorela

Colorido com suco de espinafre fresco.

Esta é a única cor que não experimentei. Um dos motivos pode ser que o azul não é realmente a cor que você conectaria à comida e à alimentação (bolos de unicórnio não contam!). Em psicologia alimentar, o azul é considerado um supressor do apetite e, portanto, é muito aconselhável usar o azul nas refeições quando quiser perder peso (usando pratos azuis, por exemplo). Na natureza, comida azul é muito rara, na verdade, não me lembro de nenhuma no momento (exceto por algumas flores e eu não considero mirtilos azuis :)).

Estou planejando experimentar o azul nas próximas semanas. Me deseje sorte!

- malte de centeio / cevada (veja a receita aqui)
- cacau em pó
- canela
- café

Você pode conferir um ótimo tutorial para efeito zebra (foto à direita abaixo) neste link. Experimente experimentar diferentes combinações de cores, é divertido.

Colorido com cacau em pó.

O preto é, assim como o azul, uma cor relativamente desagradável quando se trata de comida. Minha experiência em compartilhar pão preto é a dúvida misturada com curiosidade no início e empolgação depois de experimentá-lo.

- pó de carvão ativado (veja a foto abaixo, pegue a receita aqui)
- tinta de lula
- grandes quantidades de cacau em pó cru

Colorido com pó de carvão.

Você já experimentou coloração de pão?
Qual é a sua cor preferida?
Qual é a sua melhor experiência e melhor dica para obter cores intensas?

Eu adoraria ouvir de você, deixe-me saber em um comentário abaixo, estou ansioso! :)


Guia do caseiro para coloração natural de pão

O inverno é a época perfeita para desacelerar nossas vidas, estabelecer alguns objetivos, diminuir toda a badalação, fazer um merecido descanso e voltar a estar aterrado para novas aventuras. Mas às vezes, o inverno fica muito acinzentado, monótono e azulado. É quando pode não haver Sol por semanas e quando todo o verde se transforma em pálida memória e a neve cobre o que pode ter sobrevivido ao frio intenso.

Então, eu sei, é hora de trazer um pouco de alegria e novidades ao cozimento do pão. Hoje vamos falar sobre como colorir sua massa com cores naturais.

Antes de mergulharmos nas cores, gostaria de apontar algumas dicas e orientações a serem consideradas para evitar surpresas:

1. Existem muitas maneiras de tornar o seu pão colorido. Os mais comuns que procuro são:
- líquido (vegetais frescos ou suco de frutas)
- pó (especiarias e ervas secas ou partes de vegetais e frutas secas)
- purê (purê de vegetais ou frutas)
Existem algumas outras maneiras, como xaropes de vegetais ou frutas concentrados ou como @table_fable sugerido no instagram, adicionando óleos infundidos (pó ou ervas) à massa.

2. A cor também é um sabor.
Lembre-se de que com doses maiores (de pó ou líquido) você pode atingir o limite não comestível muito rápido - imagine colocar muito cacau, canela ou carvão em pó na massa. Eu tive esse problema ao usar muito suco de cabagge vermelho fresco. A cor era lindamente rosa, mas o sabor era muito forte - apenas para os verdadeiros amantes do cabagge vermelho (não diga que não avisei :)). Uma coisa a se considerar também é o aproveitamento do produto final - não use chás de frutas para colorir a massa, se sabe que vai comer o pão com salgados.

3. Obtenha a maior parte do corante alimentar examinando-o.
Se você fizer suco de seus vegetais, notará que alguns sucos de vegetais costumam ficar dourados muito rapidamente - o suco oxida. Não há diferença na hora de adicionar o suco à massa. A perda de intensidade de cor mais comum ocorre com espinafre, cenoura, salsa e suco de beterraba. A solução para isso é adicionar alguma substância ácida ao suco, como suco de limão, leitelho ou vinagre.

Além disso, se não tiver certeza de qual será a intensidade da cor do suco na massa, verifique se o líquido fica translúcido. Quanto mais transparente o líquido, menos intensa é a cor do produto final.

Nota: este post será atualizado regularmente com novos experimentos e descobertas sobre coloração de massa. Sinta-se à vontade para se divertir aqui em ou nas minhas contas do Instagram e do Facebook.

- açafrão em pó (para o pão da foto abaixo coloco 1 colher de chá por 250 g de farinha) ou suco de açafrão
- açafrão
- gemas de ovo (aplicável para massas doces)

Colorido com açafrão em pó.

- suco de cenoura ou pó
- suco de abóbora ou purê (veja a receita aqui)
- Paprica em pó

Cor à esquerda com purê de abóbora, cor à direita com suco de cenoura fresco.

- hibisco
- suco ou pó de beterraba

- framboesas
- suco de repolho roxo (experimente suco de repolho cozido ou adicione um pouco de bicarbonato de sódio para o azul)
- batata roxa

Colorido com suco fresco de cabagge vermelho.

- cenouras roxas
- amoras
- batata roxa
- nozes (as nozes contêm taninos que dão à massa um tom acinzentado-púrpura-lavanda)

Colorido com suco de cenoura roxo fresco.

- espinafre
- pó matcha
- clorofila vegetal
- algas como espirulina e pó de clorela

Colorido com suco de espinafre fresco.

Esta é a única cor que não experimentei. Um dos motivos pode ser que o azul não é realmente a cor que você conectaria à comida e à alimentação (bolos de unicórnio não contam!). Em psicologia alimentar, o azul é considerado um supressor do apetite e, portanto, é muito aconselhável usar o azul nas refeições quando quiser perder peso (usando pratos azuis, por exemplo). Na natureza, comida azul é muito rara, na verdade, não me lembro de nenhuma no momento (exceto por algumas flores e eu não considero mirtilos azuis :)).

Estou planejando experimentar o azul nas próximas semanas. Me deseje sorte!

- malte de centeio / cevada (veja a receita aqui)
- cacau em pó
- canela
- café

Você pode conferir um ótimo tutorial para efeito zebra (foto à direita abaixo) neste link. Experimente experimentar diferentes combinações de cores, é divertido.

Colorido com cacau em pó.

O preto é, assim como o azul, uma cor relativamente desagradável quando se trata de comida. Minha experiência em compartilhar pão preto é a dúvida misturada com curiosidade no início e empolgação depois de experimentá-lo.

- pó de carvão ativado (veja a foto abaixo, pegue a receita aqui)
- tinta de lula
- grandes quantidades de cacau em pó cru

Colorido com pó de carvão.

Você já experimentou coloração de pão?
Qual é a sua cor preferida?
Qual é a sua melhor experiência e melhor dica para obter cores intensas?

Eu adoraria ouvir de você, deixe-me saber em um comentário abaixo, estou ansioso! :)


Guia do caseiro para coloração natural de pão

O inverno é a época perfeita para desacelerar nossas vidas, estabelecer alguns objetivos, diminuir toda a badalação, fazer um merecido descanso e voltar a estar aterrado para novas aventuras. Mas às vezes, o inverno fica muito acinzentado, monótono e azulado. É quando pode não haver Sol por semanas e quando todo o verde se transforma em pálida memória e a neve cobre o que pode ter sobrevivido ao frio intenso.

Então, eu sei, é hora de trazer um pouco de alegria e novidades ao cozimento do pão. Hoje vamos falar sobre como colorir sua massa com cores naturais.

Antes de mergulharmos nas cores, gostaria de apontar algumas dicas e orientações a serem consideradas para evitar surpresas:

1. Existem muitas maneiras de tornar o seu pão colorido. Os mais comuns que procuro são:
- líquido (vegetais frescos ou suco de frutas)
- pó (especiarias e ervas secas ou partes de vegetais e frutas secas)
- purê (purê de vegetais ou frutas)
Existem algumas outras maneiras, como xaropes de vegetais ou frutas concentrados ou, como @table_fable sugerido no instagram, adicionando óleos infundidos (pó ou ervas) à massa.

2. A cor também é um sabor.
Lembre-se de que com doses maiores (de pó ou líquido) você pode atingir o limite não comestível muito rápido - imagine colocar muito cacau, canela ou carvão em pó na massa. Eu tive esse problema ao usar muito suco de cabagge vermelho fresco. A cor era lindamente rosa, mas o sabor era muito forte - apenas para os verdadeiros amantes do cabagge vermelho (não diga que não avisei :)). Uma coisa a se considerar também é o aproveitamento do produto final - não use chás de frutas para colorir a massa, se sabe que vai comer o pão com salgados.

3. Obtenha a maior parte do corante alimentar examinando-o.
Se você fizer suco de seus vegetais, notará que alguns sucos de vegetais costumam ficar dourados muito rapidamente - o suco oxida. Não há diferença na hora de adicionar o suco à massa. A perda de intensidade de cor mais comum ocorre com espinafre, cenoura, salsa e suco de beterraba. A solução para isso é adicionar alguma substância ácida ao suco, como suco de limão, leitelho ou vinagre.

Além disso, se não tiver certeza de qual será a intensidade da cor do suco na massa, verifique se o líquido fica translúcido. Quanto mais transparente o líquido, menos intensa é a cor do produto final.

Nota: este post será atualizado regularmente com novos experimentos e descobertas sobre coloração de massa. Sinta-se à vontade para se divertir aqui em ou nas minhas contas do Instagram e do Facebook.

- açafrão em pó (para o pão da foto abaixo coloco 1 colher de chá por 250 g de farinha) ou suco de açafrão
- açafrão
- gemas de ovo (aplicável para massas doces)

Colorido com açafrão em pó.

- suco de cenoura ou pó
- suco de abóbora ou purê (veja a receita aqui)
- Paprica em pó

Cor à esquerda com purê de abóbora, cor à direita com suco de cenoura fresco.

- hibisco
- suco ou pó de beterraba

- framboesas
- suco de repolho roxo (experimente suco de repolho cozido ou adicione um pouco de bicarbonato de sódio para o azul)
- batata roxa

Colorido com suco fresco de cabagge vermelho.

- cenouras roxas
- amoras
- batata roxa
- nozes (as nozes contêm taninos que dão à massa uma tonalidade acinzentada-púrpura-lavanda)

Colorido com suco de cenoura roxo fresco.

- espinafre
- pó matcha
- clorofila vegetal
- algas como espirulina e pó de clorela

Colorido com suco de espinafre fresco.

Esta é a única cor que não experimentei. Um dos motivos pode ser que o azul não é realmente a cor que você conectaria à comida e à alimentação (bolos de unicórnio não contam!). Em psicologia alimentar, o azul é considerado um supressor do apetite e, portanto, é muito aconselhável usar o azul nas refeições quando quiser perder peso (usando pratos azuis, por exemplo). Na natureza, comida azul é muito rara, na verdade, não me lembro de nenhuma no momento (exceto por algumas flores e eu não considero mirtilos azuis :)).

Estou planejando experimentar o azul nas próximas semanas. Me deseje sorte!

- malte de centeio / cevada (veja a receita aqui)
- cacau em pó
- canela
- café

Você pode conferir um ótimo tutorial para efeito zebra (foto à direita abaixo) neste link. Experimente experimentar diferentes combinações de cores, é divertido.

Colorido com cacau em pó.

O preto é, assim como o azul, uma cor relativamente desagradável quando se trata de comida. Minha experiência em compartilhar pão preto é a dúvida misturada com curiosidade no início e empolgação depois de experimentá-lo.

- pó de carvão ativado (veja a foto abaixo, pegue a receita aqui)
- tinta de lula
- grandes quantidades de cacau em pó cru

Colorido com pó de carvão.

Você já experimentou coloração de pão?
Qual é a sua cor preferida?
Qual é a sua melhor experiência e melhor dica para obter cores intensas?

Eu adoraria ouvir de você, deixe-me saber em um comentário abaixo, estou ansioso! :)


Guia do caseiro para coloração natural de pão

O inverno é a época perfeita para desacelerar nossas vidas, estabelecer alguns objetivos, diminuir toda a badalação, fazer um merecido descanso e voltar a estar aterrado para novas aventuras. Mas às vezes, o inverno fica muito acinzentado, monótono e azulado. É quando pode não haver Sol por semanas e quando todo o verde se transforma em pálida memória e a neve cobre o que pode ter sobrevivido ao frio intenso.

Então, eu sei, é hora de trazer um pouco de alegria e novidades ao cozimento do pão. Hoje vamos falar sobre como colorir sua massa com cores naturais.

Antes de mergulharmos nas cores, gostaria de apontar algumas dicas e orientações a serem consideradas para evitar surpresas:

1. Existem muitas maneiras de tornar o seu pão colorido. Os mais comuns que procuro são:
- líquido (vegetais frescos ou suco de frutas)
- pó (especiarias e ervas secas ou partes de vegetais e frutas secas)
- purê (purê de vegetais ou frutas)
Existem algumas outras maneiras, como xaropes de vegetais ou frutas concentrados ou como @table_fable sugerido no instagram, adicionando óleos infundidos (pó ou ervas) à massa.

2. A cor também é um sabor.
Lembre-se de que com doses maiores (de pó ou líquido) você pode atingir o limite não comestível muito rápido - imagine colocar muito cacau, canela ou carvão em pó na massa. Eu tive esse problema ao usar muito suco de cabagge vermelho fresco. A cor era lindamente rosa, mas o sabor era muito forte - apenas para os verdadeiros amantes do cabagge vermelho (não diga que não avisei :)). Uma coisa a se considerar também é o aproveitamento do produto final - não use chás de frutas para colorir a massa, se sabe que vai comer o pão com salgados.

3. Obtenha a maior parte do corante alimentar examinando-o.
Se você fizer suco de seus vegetais, notará que alguns sucos de vegetais costumam ficar dourados muito rapidamente - o suco oxida. Não há diferença na hora de adicionar o suco à massa. A perda de intensidade de cor mais comum ocorre com espinafre, cenoura, salsa e suco de beterraba. A solução para isso é adicionar alguma substância ácida ao suco, como suco de limão, leitelho ou vinagre.

Além disso, se não tiver certeza de qual será a intensidade da cor do suco na massa, verifique se o líquido fica translúcido. Quanto mais transparente o líquido, menos intensa é a cor do produto final.

Nota: este post será atualizado regularmente com novos experimentos e descobertas sobre coloração de massa. Sinta-se à vontade para se divertir aqui em ou nas minhas contas do Instagram e do Facebook.

- açafrão em pó (para o pão da foto abaixo coloco 1 colher de chá por 250 g de farinha) ou suco de açafrão
- açafrão
- gemas de ovo (aplicável para massas doces)

Colorido com açafrão em pó.

- suco de cenoura ou pó
- suco de abóbora ou purê (veja a receita aqui)
- Paprica em pó

Cor à esquerda com purê de abóbora, cor à direita com suco de cenoura fresco.

- hibisco
- suco ou pó de beterraba

- framboesas
- suco de repolho roxo (experimente suco de repolho cozido ou adicione um pouco de bicarbonato de sódio para o azul)
- batata roxa

Colorido com suco fresco de cabagge vermelho.

- cenouras roxas
- amoras
- batata roxa
- nozes (as nozes contêm taninos que dão à massa um tom acinzentado-púrpura-lavanda)

Colorido com suco de cenoura roxo fresco.

- espinafre
- pó matcha
- clorofila vegetal
- algas como espirulina e pó de clorela

Colorido com suco de espinafre fresco.

Esta é a única cor que não experimentei. Um dos motivos pode ser que o azul não é realmente a cor que você conectaria à comida e à alimentação (bolos de unicórnio não contam!). Em psicologia alimentar, o azul é considerado um supressor do apetite e, portanto, é muito aconselhável usar o azul nas refeições quando quiser perder peso (usando pratos azuis, por exemplo). Na natureza, comida azul é muito rara, na verdade, não me lembro de nenhuma no momento (exceto por algumas flores e eu não considero mirtilos azuis :)).

Estou planejando experimentar o azul nas próximas semanas. Me deseje sorte!

- malte de centeio / cevada (veja a receita aqui)
- cacau em pó
- canela
- café

Você pode conferir um ótimo tutorial para efeito zebra (foto à direita abaixo) neste link. Experimente experimentar diferentes combinações de cores, é divertido.

Colorido com cacau em pó.

O preto é, assim como o azul, uma cor relativamente desagradável quando se trata de comida. Minha experiência em compartilhar pão preto é a dúvida misturada com curiosidade no início e empolgação depois de experimentá-lo.

- pó de carvão ativado (veja a foto abaixo, pegue a receita aqui)
- tinta de lula
- grandes quantidades de cacau em pó cru

Colorido com pó de carvão.

Você já experimentou coloração de pão?
Qual é a sua cor preferida?
Qual é a sua melhor experiência e melhor dica para obter cores intensas?

Eu adoraria ouvir de você, deixe-me saber em um comentário abaixo, estou ansioso! :)


Guia do caseiro para coloração natural de pão

O inverno é a época perfeita para desacelerar nossas vidas, estabelecer alguns objetivos, diminuir toda a badalação, fazer um merecido descanso e voltar a estar aterrado para novas aventuras. Mas às vezes, o inverno fica muito acinzentado, monótono e azulado. É quando pode não haver Sol por semanas e quando todo o verde se transforma em pálida memória e a neve cobre o que pode ter sobrevivido ao frio intenso.

Então, eu sei, é hora de trazer um pouco de alegria e novidades ao cozimento do pão. Hoje vamos falar sobre como colorir sua massa com cores naturais.

Antes de mergulharmos nas cores, gostaria de apontar algumas dicas e orientações a serem consideradas para evitar surpresas:

1. Existem muitas maneiras de tornar o seu pão colorido. Os mais comuns que procuro são:
- líquido (vegetais frescos ou suco de frutas)
- pó (especiarias e ervas secas ou partes de vegetais e frutas secas)
- purê (purê de vegetais ou frutas)
Existem algumas outras maneiras, como xaropes de vegetais ou frutas concentrados ou como @table_fable sugerido no instagram, adicionando óleos infundidos (pó ou ervas) à massa.

2. A cor também é um sabor.
Lembre-se de que com doses maiores (de pó ou líquido) você pode atingir o limite não comestível muito rápido - imagine colocar muito cacau, canela ou carvão em pó na massa. Eu tive esse problema ao usar muito suco de cabagge vermelho fresco. A cor era lindamente rosa, mas o sabor era muito forte - apenas para os verdadeiros amantes do cabagge vermelho (não diga que não avisei :)). Uma coisa a se considerar também é o aproveitamento do produto final - não use chás de frutas para colorir a massa, se sabe que vai comer o pão com salgados.

3. Obtenha a maior parte do corante alimentar examinando-o.
Se você fizer suco de seus vegetais, notará que alguns sucos de vegetais costumam ficar dourados muito rapidamente - o suco oxida. Não há diferença na hora de adicionar o suco à massa. A perda de intensidade de cor mais comum ocorre com espinafre, cenoura, salsa e suco de beterraba. A solução para isso é adicionar alguma substância ácida ao suco, como suco de limão, leitelho ou vinagre.

Além disso, se não tiver certeza de qual será a intensidade da cor do suco na massa, verifique se o líquido fica translúcido. Quanto mais transparente o líquido, menos intensa é a cor do produto final.

Nota: este post será atualizado regularmente com novos experimentos e descobertas sobre coloração de massa. Sinta-se à vontade para se divertir aqui em ou nas minhas contas do Instagram e do Facebook.

- açafrão em pó (para o pão da foto abaixo coloco 1 colher de chá por 250 g de farinha) ou suco de açafrão
- açafrão
- gemas de ovo (aplicável para massas doces)

Colorido com açafrão em pó.

- suco de cenoura ou pó
- suco de abóbora ou purê (veja a receita aqui)
- Paprica em pó

Cor à esquerda com purê de abóbora, cor à direita com suco de cenoura fresco.

- hibisco
- suco ou pó de beterraba

- framboesas
- suco de repolho roxo (experimente suco de repolho cozido ou adicione um pouco de bicarbonato de sódio para o azul)
- batata roxa

Colorido com suco fresco de cabagge vermelho.

- cenouras roxas
- amoras
- batata roxa
- nozes (as nozes contêm taninos que dão à massa um tom acinzentado-púrpura-lavanda)

Colorido com suco de cenoura roxo fresco.

- espinafre
- pó matcha
- clorofila vegetal
- algas como espirulina e pó de clorela

Colorido com suco de espinafre fresco.

Esta é a única cor que não experimentei. Um dos motivos pode ser que o azul não é realmente a cor que você conectaria à comida e à alimentação (bolos de unicórnio não contam!). Em psicologia alimentar, o azul é considerado um supressor do apetite e, portanto, é muito aconselhável usar o azul nas refeições quando se deseja perder peso (usando pratos azuis, por exemplo). Na natureza, comida azul é muito rara, na verdade, não me lembro de nenhuma no momento (exceto por algumas flores e eu não considero mirtilos azuis :)).

Estou planejando experimentar o azul nas próximas semanas. Me deseje sorte!

- malte de centeio / cevada (veja a receita aqui)
- cacau em pó
- canela
- café

Você pode conferir um ótimo tutorial para efeito zebra (foto à direita abaixo) neste link. Experimente experimentar diferentes combinações de cores, é divertido.

Colorido com cacau em pó.

O preto é, assim como o azul, uma cor relativamente desagradável quando se trata de comida. Minha experiência em compartilhar pão preto é a dúvida misturada com curiosidade no início e empolgação depois de experimentá-lo.

- activated charcoal powder (see the photo below, get the recipe here)
- squid ink
- large quantities of raw cocoa powder

Coloured with charcoal powder.

Have you tried bread coloring?
What is your favorite color?
What is your best experience and best tip for getting intense colors?

I would love to hear from you, let me know in a comment below, I'm looking forward! :)


Homebaker’s guide to natural bread coloring

Winter is perfect time to slow our lives down, to set up some goals, to decrease all the hype , to take well deserved rest, and get grounded again for new adventures. But sometimes, the winter gets too greyish, monotonous, and blues-y. It's when there might be no Sun for weeks and when all the green turns into pale memory and snow covers what might have survived the sharp cold.

Then, I know, it's time to bring some joy and twists into bread baking. Today, we are going to talk about how to color your dough with natural colors.

Before we dive into colors, I would like to point out some tips and directions to consider in order to avoid surprises:

1. There are many ways of making your bread colorful. The most common ones I go for are:
- liquid (fresh vegetable or fruit juice)
- powder (dry spices and herbs or dried vegetable and fruit parts)
- pureé (mashed vegetables or fruits)
There are some other ways, like concentrated vegetable or fruit syrups or as @table_fable suggested on instagram adding (powder or herb) infused oils to the dough.

2. Color is also a flavor.
Keep in mind that with larger doses (of powder or liquid) you might reach the inedible limit very fast - imagine putting too much cocoa, cinnamon or charcoal powder into the dough. I have experienced this issue with using too much fresh red cabagge juice. The color was beautifully pink, but the taste was very strong - only for real red cabagge lovers (don't say I didn't warn you :)). One thing to consider is also the use of the final product - don't use fruit teas to color the dough, if you know you're going to eat the bread with savory.

3. Get most of the food coloring by examining it.
If you juice your vegetables, you will notice that some vegetable juices often turn brown very quickly - the juice oxidizes. There is no difference when adding the juice to the dough. The most common color intensity loss will occur with spinach, carrot, parsley, and beetroot juice. The solution to this is adding some acidic substance to the juice, like lemon juice, buttermilk or vinegar.

Also, if not sure what the juice color intensity will be in the dough, check how translucent the liquid looks. The more transparent the liquid, the less intensive the color in the final product.

Note : this post will be regularly updated with new experiments and findings about dough coloring. Feel free to join the fun here on or my Instagram and Facebook accounts.

- turmeric powder (for the bread on the photo below I put 1 tsp per 250 g of flour) or turmeric juice
- safrron
- egg yolks (applicable for sweet doughs)

Coloured with turmeric powder.

- carrot juice or powder
- pumpkin juice or pureé (see the recipe here)
- paprika powder

Left coloured with pumpkin puree, right coloured with fresh carrots juice.

- hibiscus
- beetroot juice or powder

- raspberries
- red cabbage juice (experiment with cooked cabbage juice or adding a little bit of baking soda for blue)
- purple potato

Coloured with fresh red cabagge juice.

- purple carrots
- blueberries
- purple potatoes
- walnuts (walnuts contain tannins which give the dough greyish-purple-lavender hue)

Coloured with fresh purple carrots juice.

- spinach
- matcha powder
- vegetable chlorophyll
- algae like spirulina and chlorella powder

Coloured with fresh spinach juice.

This is the only color I haven't tried experimenting with. One of the reasons might be that blue isn't really the color you would connect to food and eating (unicorn cakes don't count!). In food psychology, blue is considered as appetite suppressant and it is therefore very advisable to use blue at meals when wanting to lose weight (using blue plates for example). In nature, blue food is very rare, actually, I don't remember any at the moment (except for some flowers and I don't consider blueberries blue :)).

I'm planning to experiment with blue in next weeks. Wish me luck!

- rye/barley malt (see the recipe here)
- cocoa powder
- cinnamon
- coffee

You can check a great tutorial for zebra effect (right photo below) on this link. Try experimenting with different color combinations, it's fun.

Coloured with cacao powder.

Black is, same as blue, relatively unappealing color when it comes to food. My experience with sharing black bread is doubt mixed with curiosity at first, and excitement after trying it.

- activated charcoal powder (see the photo below, get the recipe here)
- squid ink
- large quantities of raw cocoa powder

Coloured with charcoal powder.

Have you tried bread coloring?
What is your favorite color?
What is your best experience and best tip for getting intense colors?

I would love to hear from you, let me know in a comment below, I'm looking forward! :)


Homebaker’s guide to natural bread coloring

Winter is perfect time to slow our lives down, to set up some goals, to decrease all the hype , to take well deserved rest, and get grounded again for new adventures. But sometimes, the winter gets too greyish, monotonous, and blues-y. It's when there might be no Sun for weeks and when all the green turns into pale memory and snow covers what might have survived the sharp cold.

Then, I know, it's time to bring some joy and twists into bread baking. Today, we are going to talk about how to color your dough with natural colors.

Before we dive into colors, I would like to point out some tips and directions to consider in order to avoid surprises:

1. There are many ways of making your bread colorful. The most common ones I go for are:
- liquid (fresh vegetable or fruit juice)
- powder (dry spices and herbs or dried vegetable and fruit parts)
- pureé (mashed vegetables or fruits)
There are some other ways, like concentrated vegetable or fruit syrups or as @table_fable suggested on instagram adding (powder or herb) infused oils to the dough.

2. Color is also a flavor.
Keep in mind that with larger doses (of powder or liquid) you might reach the inedible limit very fast - imagine putting too much cocoa, cinnamon or charcoal powder into the dough. I have experienced this issue with using too much fresh red cabagge juice. The color was beautifully pink, but the taste was very strong - only for real red cabagge lovers (don't say I didn't warn you :)). One thing to consider is also the use of the final product - don't use fruit teas to color the dough, if you know you're going to eat the bread with savory.

3. Get most of the food coloring by examining it.
If you juice your vegetables, you will notice that some vegetable juices often turn brown very quickly - the juice oxidizes. There is no difference when adding the juice to the dough. The most common color intensity loss will occur with spinach, carrot, parsley, and beetroot juice. The solution to this is adding some acidic substance to the juice, like lemon juice, buttermilk or vinegar.

Also, if not sure what the juice color intensity will be in the dough, check how translucent the liquid looks. The more transparent the liquid, the less intensive the color in the final product.

Note : this post will be regularly updated with new experiments and findings about dough coloring. Feel free to join the fun here on or my Instagram and Facebook accounts.

- turmeric powder (for the bread on the photo below I put 1 tsp per 250 g of flour) or turmeric juice
- safrron
- egg yolks (applicable for sweet doughs)

Coloured with turmeric powder.

- carrot juice or powder
- pumpkin juice or pureé (see the recipe here)
- paprika powder

Left coloured with pumpkin puree, right coloured with fresh carrots juice.

- hibiscus
- beetroot juice or powder

- raspberries
- red cabbage juice (experiment with cooked cabbage juice or adding a little bit of baking soda for blue)
- purple potato

Coloured with fresh red cabagge juice.

- purple carrots
- blueberries
- purple potatoes
- walnuts (walnuts contain tannins which give the dough greyish-purple-lavender hue)

Coloured with fresh purple carrots juice.

- spinach
- matcha powder
- vegetable chlorophyll
- algae like spirulina and chlorella powder

Coloured with fresh spinach juice.

This is the only color I haven't tried experimenting with. One of the reasons might be that blue isn't really the color you would connect to food and eating (unicorn cakes don't count!). In food psychology, blue is considered as appetite suppressant and it is therefore very advisable to use blue at meals when wanting to lose weight (using blue plates for example). In nature, blue food is very rare, actually, I don't remember any at the moment (except for some flowers and I don't consider blueberries blue :)).

I'm planning to experiment with blue in next weeks. Wish me luck!

- rye/barley malt (see the recipe here)
- cocoa powder
- cinnamon
- coffee

You can check a great tutorial for zebra effect (right photo below) on this link. Try experimenting with different color combinations, it's fun.

Coloured with cacao powder.

Black is, same as blue, relatively unappealing color when it comes to food. My experience with sharing black bread is doubt mixed with curiosity at first, and excitement after trying it.

- activated charcoal powder (see the photo below, get the recipe here)
- squid ink
- large quantities of raw cocoa powder

Coloured with charcoal powder.

Have you tried bread coloring?
What is your favorite color?
What is your best experience and best tip for getting intense colors?

I would love to hear from you, let me know in a comment below, I'm looking forward! :)


Homebaker’s guide to natural bread coloring

Winter is perfect time to slow our lives down, to set up some goals, to decrease all the hype , to take well deserved rest, and get grounded again for new adventures. But sometimes, the winter gets too greyish, monotonous, and blues-y. It's when there might be no Sun for weeks and when all the green turns into pale memory and snow covers what might have survived the sharp cold.

Then, I know, it's time to bring some joy and twists into bread baking. Today, we are going to talk about how to color your dough with natural colors.

Before we dive into colors, I would like to point out some tips and directions to consider in order to avoid surprises:

1. There are many ways of making your bread colorful. The most common ones I go for are:
- liquid (fresh vegetable or fruit juice)
- powder (dry spices and herbs or dried vegetable and fruit parts)
- pureé (mashed vegetables or fruits)
There are some other ways, like concentrated vegetable or fruit syrups or as @table_fable suggested on instagram adding (powder or herb) infused oils to the dough.

2. Color is also a flavor.
Keep in mind that with larger doses (of powder or liquid) you might reach the inedible limit very fast - imagine putting too much cocoa, cinnamon or charcoal powder into the dough. I have experienced this issue with using too much fresh red cabagge juice. The color was beautifully pink, but the taste was very strong - only for real red cabagge lovers (don't say I didn't warn you :)). One thing to consider is also the use of the final product - don't use fruit teas to color the dough, if you know you're going to eat the bread with savory.

3. Get most of the food coloring by examining it.
If you juice your vegetables, you will notice that some vegetable juices often turn brown very quickly - the juice oxidizes. There is no difference when adding the juice to the dough. The most common color intensity loss will occur with spinach, carrot, parsley, and beetroot juice. The solution to this is adding some acidic substance to the juice, like lemon juice, buttermilk or vinegar.

Also, if not sure what the juice color intensity will be in the dough, check how translucent the liquid looks. The more transparent the liquid, the less intensive the color in the final product.

Note : this post will be regularly updated with new experiments and findings about dough coloring. Feel free to join the fun here on or my Instagram and Facebook accounts.

- turmeric powder (for the bread on the photo below I put 1 tsp per 250 g of flour) or turmeric juice
- safrron
- egg yolks (applicable for sweet doughs)

Coloured with turmeric powder.

- carrot juice or powder
- pumpkin juice or pureé (see the recipe here)
- paprika powder

Left coloured with pumpkin puree, right coloured with fresh carrots juice.

- hibiscus
- beetroot juice or powder

- raspberries
- red cabbage juice (experiment with cooked cabbage juice or adding a little bit of baking soda for blue)
- purple potato

Coloured with fresh red cabagge juice.

- purple carrots
- blueberries
- purple potatoes
- walnuts (walnuts contain tannins which give the dough greyish-purple-lavender hue)

Coloured with fresh purple carrots juice.

- spinach
- matcha powder
- vegetable chlorophyll
- algae like spirulina and chlorella powder

Coloured with fresh spinach juice.

This is the only color I haven't tried experimenting with. One of the reasons might be that blue isn't really the color you would connect to food and eating (unicorn cakes don't count!). In food psychology, blue is considered as appetite suppressant and it is therefore very advisable to use blue at meals when wanting to lose weight (using blue plates for example). In nature, blue food is very rare, actually, I don't remember any at the moment (except for some flowers and I don't consider blueberries blue :)).

I'm planning to experiment with blue in next weeks. Wish me luck!

- rye/barley malt (see the recipe here)
- cocoa powder
- cinnamon
- coffee

You can check a great tutorial for zebra effect (right photo below) on this link. Try experimenting with different color combinations, it's fun.

Coloured with cacao powder.

Black is, same as blue, relatively unappealing color when it comes to food. My experience with sharing black bread is doubt mixed with curiosity at first, and excitement after trying it.

- activated charcoal powder (see the photo below, get the recipe here)
- squid ink
- large quantities of raw cocoa powder

Coloured with charcoal powder.

Have you tried bread coloring?
What is your favorite color?
What is your best experience and best tip for getting intense colors?

I would love to hear from you, let me know in a comment below, I'm looking forward! :)


Homebaker’s guide to natural bread coloring

Winter is perfect time to slow our lives down, to set up some goals, to decrease all the hype , to take well deserved rest, and get grounded again for new adventures. But sometimes, the winter gets too greyish, monotonous, and blues-y. It's when there might be no Sun for weeks and when all the green turns into pale memory and snow covers what might have survived the sharp cold.

Then, I know, it's time to bring some joy and twists into bread baking. Today, we are going to talk about how to color your dough with natural colors.

Before we dive into colors, I would like to point out some tips and directions to consider in order to avoid surprises:

1. There are many ways of making your bread colorful. The most common ones I go for are:
- liquid (fresh vegetable or fruit juice)
- powder (dry spices and herbs or dried vegetable and fruit parts)
- pureé (mashed vegetables or fruits)
There are some other ways, like concentrated vegetable or fruit syrups or as @table_fable suggested on instagram adding (powder or herb) infused oils to the dough.

2. Color is also a flavor.
Keep in mind that with larger doses (of powder or liquid) you might reach the inedible limit very fast - imagine putting too much cocoa, cinnamon or charcoal powder into the dough. I have experienced this issue with using too much fresh red cabagge juice. The color was beautifully pink, but the taste was very strong - only for real red cabagge lovers (don't say I didn't warn you :)). One thing to consider is also the use of the final product - don't use fruit teas to color the dough, if you know you're going to eat the bread with savory.

3. Get most of the food coloring by examining it.
If you juice your vegetables, you will notice that some vegetable juices often turn brown very quickly - the juice oxidizes. There is no difference when adding the juice to the dough. The most common color intensity loss will occur with spinach, carrot, parsley, and beetroot juice. The solution to this is adding some acidic substance to the juice, like lemon juice, buttermilk or vinegar.

Also, if not sure what the juice color intensity will be in the dough, check how translucent the liquid looks. The more transparent the liquid, the less intensive the color in the final product.

Note : this post will be regularly updated with new experiments and findings about dough coloring. Feel free to join the fun here on or my Instagram and Facebook accounts.

- turmeric powder (for the bread on the photo below I put 1 tsp per 250 g of flour) or turmeric juice
- safrron
- egg yolks (applicable for sweet doughs)

Coloured with turmeric powder.

- carrot juice or powder
- pumpkin juice or pureé (see the recipe here)
- paprika powder

Left coloured with pumpkin puree, right coloured with fresh carrots juice.

- hibiscus
- beetroot juice or powder

- raspberries
- red cabbage juice (experiment with cooked cabbage juice or adding a little bit of baking soda for blue)
- purple potato

Coloured with fresh red cabagge juice.

- purple carrots
- blueberries
- purple potatoes
- walnuts (walnuts contain tannins which give the dough greyish-purple-lavender hue)

Coloured with fresh purple carrots juice.

- spinach
- matcha powder
- vegetable chlorophyll
- algae like spirulina and chlorella powder

Coloured with fresh spinach juice.

This is the only color I haven't tried experimenting with. One of the reasons might be that blue isn't really the color you would connect to food and eating (unicorn cakes don't count!). In food psychology, blue is considered as appetite suppressant and it is therefore very advisable to use blue at meals when wanting to lose weight (using blue plates for example). In nature, blue food is very rare, actually, I don't remember any at the moment (except for some flowers and I don't consider blueberries blue :)).

I'm planning to experiment with blue in next weeks. Wish me luck!

- rye/barley malt (see the recipe here)
- cocoa powder
- cinnamon
- coffee

You can check a great tutorial for zebra effect (right photo below) on this link. Try experimenting with different color combinations, it's fun.

Coloured with cacao powder.

Black is, same as blue, relatively unappealing color when it comes to food. My experience with sharing black bread is doubt mixed with curiosity at first, and excitement after trying it.

- activated charcoal powder (see the photo below, get the recipe here)
- squid ink
- large quantities of raw cocoa powder

Coloured with charcoal powder.

Have you tried bread coloring?
What is your favorite color?
What is your best experience and best tip for getting intense colors?

I would love to hear from you, let me know in a comment below, I'm looking forward! :)


Assista o vídeo: The Brioche, a recipe by Éric Kayser (Dezembro 2021).